Marketing Da Noticia

Vários lançamentos vão agitar o universo automotivo em 2016

carroa

carros Vários lançamentos vão agitar o universo automotivo em 2016 Vários lançamentos vão agitar o universo automotivo em 2016 carros

Se 2015 foi o ano dos SUVs, com importantes lançamentos e a briga acirrada entre o Jeep Renegade e o Honda HR-V, o ano que entra também reserva muitas novidades nesse segmento, como o Renault Captur nacional e o utilitário compacto derivado do conceito Nissan Kicks. Mas 2016 terá modelos completamente novos em outras searas, como a Fiat Toro – apenas um exemplo do que promete ser o agitado mundo das picapes – e os compactos Fiat Mobi e Renault Kwid. Modelos consagrados, como o Honda Civic, também ganham novas gerações que prometem sacudir nosso mercado. O ano ainda nos reserva reestilizações de modelos como Ford Ranger, Chevrolet S10, VW Gol e Ford EcoSport, além de novas versões e alterações mecânicas.
Como sempre, o mercado de luxo pouco se importa se estamos em crise ou não. Em 2016, a Jaguar traz para o Brasil o sedã XF e o SUV F-Pace. A Volvo já confirmou que vai importar o S90, seu sedã mais luxuoso. A sexta geração do Chevrolet Camaro deve chegar em meados do ano. O Nissan GT-R passará a vir oficialmente. O Porsche 911 Carrera já foi confirmado para o segundo semestre. A Mercedes-Benz vai atacar de Classe C Coupé. A Audi importa para o Brasil o novo sedã A4. Ainda no início do ano, a Honda começa a vender o Accord. Já agora, em janeiro, a Volkswagen começa a vender o novo Passat lançado no ano passado. A reestilização do Nissan Altima chega ao Brasil em 2016. O Land Rover Discovery Sport será o primeiro modelo fabricado em Itatiaia (RJ), seguido pelo Range Rover Evoque.

Alguns projetos ainda estão em desenvolvimento, e podem render frutos no decorrer do ano. O projeto 551 da Jeep, um SUV médio, será fabricado no Brasil e vai substituir o Compass. Já o projeto X6H da Fiat deve substituir ao mesmo tempo o Punto e o Novo Palio. Esse veículo será fabricado em Betim.

Sobre o autor

Walter Cunha

Comentar

Clique aqui para deixar um comentário